DESPONTANDO NA MÍDIA

Disco é uma viagem guiada pelo artista, com letras interessantes e misturas sonoras

Território da Música - 01/10/2014 - por Lizandra Pronin


Gustavo Macacko não é um artista popular. Não no sentido de ter seu nome reconhecido em qualquer canto. O que é uma pena. Pois sua música é bastante acessível - entenda-se comercial - apesar de não ser nada descartável. E seu grande mérito são as letras inteligentes que cria.

 

Despontando para o Anonimato - Resenha de Álbum

Galeria Musical - 18/09/2014 - por Anderson Nascimento

 

Gustavo Macacko, goiano de nascença, radicado no Rio de Janeiro, mas influenciado pelos costumes e culturas de vários cantos do Brasil, defende seu trabalho em “Despontando Para o Anonimato”, disco inteiramente armado com singularidade e poesia, ora explícita, ora incubada. 

 

Gustavo Macacko lança o álbum "Despontando para o Anonimato", com financiamento coletivo

Correio Popula Campinas - 24/08/2014 - por Marita Siqueira


Três faixas, três lançamentos, três temas. Assim o compositor capixaba Gustavo Macacko planejou seu segundo disco solo, Despontando para o Anonimato, um trabalho que chama a atenção pela originalidade e que resgata os álbuns conceituais que tanto fizeram sucesso nos anos 1970.

 

O projeto previu a divulgação na internet de três trilogias de três canções, lançadas com intervalos de um mês (de maio a julho).

 

Ao término, realizou-se uma campanha de financiamento para a masterização da obra por meio do site Embolacha, no qual o artista arrecadou aproximadamente R$ 33 mil.

 

Gustavo Macacko lança disco em ‘trilogias de canções’

Jornal O GLOBO - 28/06/2014 - por Leonardo Lichote


RIO - Zé Berlim Carajás é um tanto João de Santo Cristo, um tanto Ziggy Stardust, um tanto Ulisses, com “jeito indie do Pará”. Zé Berlim Carajás é um tanto Gustavo Macacko — um alter ego do compositor, personagem-título da terceira canção do álbum “Despontando para o anonimato”, que ele lança aos poucos, em três pacotes de três canções cada (ou “três trilogias”, como prefere). Como o personagem do disco (que tem participações de Otto e Julia Bosco), ele é um viajante, alguém que sai do interior para tentar a sorte na capital.
 

© 2019 Gustavo Macacko